logo
Whatsapp Chat
Envie uma mensagem que lhe retornarei tão logo seja possível.
Menu Fechar
pt Portuguese

Intelecto: afiando a mente na prática

Muitas pessoas pensam que o intelecto é algo que está ligado apenas às atividades intelectuais, como a leitura, a escrita e o raciocínio. No entanto, o intelecto está presente em todos os aspectos da vida, seja na forma de sabedoria, de senso crítico ou de capacidade de aprendizado.

Compartilhar:

intelecto

Muitas pessoas pensam que o intelecto é algo que está ligado apenas às atividades intelectuais, como a leitura, a escrita e o raciocínio. No entanto, o intelecto está presente em todos os aspectos da vida, seja na forma de sabedoria, de senso crítico ou de capacidade de aprendizado. Portanto, é importante usar o intelecto no dia a dia, tanto na vida pessoal quanto na profissional. Para ser mais objetivo, leia a seguir algumas das ações que podem ser realizadas para aprimorar o intelecto.

  • Leitura é um fator-chave para o desenvolvimento do intelecto

Ler é uma das formas mais efetivas de desenvolver o seu intelecto. Leitura é capaz de fornecer informação sólida e abrir sua mente para novas ideias. Leia tanto livros didáticos quanto de ficção e também revistas, blogs e jornais. Assim, você vai desenvolver seu senso crítico, além de aprender muita coisa nova.

  • Participe de discussões e debates

A forma mais segura de aprimorar o seu intelecto é participar de discussões, debates e conversas. A experiência de expor sua opinião e ouvir a dos outros, além de trazer mais consciência sobre o que realmente pensa, vai promover um grande despertar de ideias. Um ambiente com muitas pessoas e diferentes ideias é uma fonte inesgotável de aprendizado e crescimento. Então, embarque nessa ação e aproveite todas as oportunidades para participar de discussões com pessoas de opiniões diferentes.

  • Apoie-se em grupos e encontros com amigos

Participar de grupos e encontros com amigos é outra forma de explorar e aprender mais sobre o que realmente pensa. Isso acontece porque em grupos é mais fácil aceitar opiniões diferentes e debater temas. Portanto, incentive seus amigos a organizar encontros e participar de grupos onde se exponha suas opiniões e ouça as dos outros. Assim, você vai aumentar a quantidade de informação que absorve e, consequentemente, vai desenvolver seu intelecto. Vale lembrar: você não precisa abrir mão de seus valores e ideias, mas, apenas ouvir para entender melhor os lados opostos.

Ações como leitura, discussões, debates e participação de encontros são chamadas de ações intelectivas. Elas são as principais fontes de desenvolvimento do seu intelecto, já que estão ligadas à reflexão, análise e criatividade. Agora, procure fazer mais dessas ações de maneira regular.

Estudar é uma garantia de desenvolvimento do intelecto

Existem algumas razões pelas quais estudar é tão importante para o desenvolvimento intelectual. Uma das razões mais importantes é que estudar permite que as pessoas aprendam novas informações e expandam seus conhecimentos. Além disso, estudar pode ajudar as pessoas a melhorar suas habilidades de resolução de problemas e suas habilidades de pensamento crítico. Finalmente, estudar pode ajudar as pessoas a permanecerem mentalmente ativas e manterem suas mentes afiadas.

Os benefícios de ter uma mente afiada envolvem:

• Você pode resolver problemas mais facilmente.

• Pode se lembrar de coisas com mais facilidade.

• Pensar com clareza ajuda você a se comunicar melhor.

• Pode tomar melhores decisões.

• Será mais criativo, que é uma grande vantagem na resolução de problemas.

Ser inteligente é ter um QI alto?

Costuma-se dizer que as pessoas com QI alto são inteligentes. No entanto, isso nem sempre é o caso. Existem muitos outros fatores que contribuem para a inteligência, como criatividade e habilidades de pensamento crítico. Portanto, ter um QI alto não é o único indicador de inteligência.

Hoje temos a inteligência artificial que sabidamente pode ser inteligente, mas não tem intuição e se baseia no comportamento humano recorrente para ser espelhada.

Vale saber que inteligência é a capacidade de raciocinar, aprender e tomar decisões. Na realidade, ser inteligente é ter mais que um intelecto afiado. É ter inteligência emocional, saber lidar com as pessoas, se comunicar, se relacionar. É saber resolver problemas e tomar decisões. Ser inteligente é ter capacidade de aprender e se adaptar.

Entendimento e Emoções

A inteligência não é apenas uma medida de quão bem você se sai na escola ou em testes padronizados. É o seu potencial para entender e aprender com suas experiências. É a capacidade de pensar abstratamente e ver as coisas em perspectiva. Lembremos que a inteligência também é a capacidade de encontrar soluções para problemas e criar coisas que não existiam antes.

Portanto, a inteligência é mais do que apenas sua mente. É também sobre o seu coração. Suas emoções são uma parte importante de quem você é e como você interage com o mundo.

A inteligência emocional (IE) é a capacidade de entender e gerenciar suas próprias emoções e as emoções dos outros. Pessoas com alta inteligência emocional são capazes de navegar pelos desafios da vida com relativa facilidade. Elas conseguem manter a calma, pensar claramente quando estão bravas, resolver problemas e construir relacionamentos de longo prazo. Às vezes, a IE é chamada de “inteligência do coração”.

As emoções influenciam o intelecto

As emoções influenciam diretamente o intelecto. Quando estamos felizes, nossa capacidade de raciocínio aumenta, já quando estamos tristes, ela diminui. Essa relação se dá pelo fato de que as emoções envolvem o pensamento e a razão.

Quando estamos felizes, nosso cérebro produz dopamina, que é responsável por nos deixar mais focados e criativos. Já quando estamos tristes, a serotonina, um neurotransmissor, é liberado, causando uma mistura de lentidão e acentuada criatividade. É por isso que, quando estamos resolvendo um problema e ele não dá certo, podemos nos entediar mas vamos continuar tentando até dar certo. Sem as emoções, é muito difícil pensar claramente.

As emoções também nos ajudam a interagir com o mundo. Quando aprendemos a respeito de emoções desde cedo, somos capazes de interagir melhor com as pessoas. Assim, podemos desenvolver melhores habilidades sociais e melhor desenvolvimento profissional. Quando controlamos nossas emoções, podemos controlar nossa vida.

Mas embora as emoções nos ajudem a pensar e interagir com o mundo, o aprendizado e o envolvimento mais ativo na vida não geram emoções positivas. Assim, algumas pessoas podem ter dificuldade em identificar e controlar suas emoções. Isso pode fazer com que apareçam problemas de relacionamento e até aborrecimentos por causa da falta de emoções positivas.

Às vezes, as pessoas podem até sentir uma emoção dolorosa, como raiva, e não identificar o que realmente as deixou tristes, por exemplo. Para resolver isso, é importante identificar essas emoções e entender o que as causou.

Às vezes, é apenas uma situação em particular ou alguém. Outras vezes, elas são mais persistentes e o problema pode ser resolvido de uma forma que não gere emoções negativas e que sirva para que se sintam bem.

Nesses casos o importante é ficar atento ao que nos faz bem e o que nos faz mal. Assim, podemos desenvolver estratégias que nos façam bem e evitarmos estratégias que nos causem dor.

Usar o intelecto em vez das emoções funciona

O raciocínio intelectual é mais confiável do que o raciocínio emocional. Pessoas Intelectivas estão entre os funcionários mais requisitados do mundo. Eles são os pensadores, as pessoas das ideias e aqueles que podem ver além do status quo para encontrar novas soluções para velhos problemas.

Eles são criativos e inovadores e prosperam em ambientes onde a mudança é constante. Pessoas intelectivas são muitas vezes difíceis de encontrar e ainda mais difíceis de manter. Eles ficam facilmente entediados com a monotonia e precisam de muito estímulo para serem produtivos.

Eles também precisam de muita liberdade para explorar suas ideias, o que pode levar a confrontos com tradicionalistas que preferem ordem e estabilidade. Pessoas Intelectivas são um ativo valioso para qualquer empresa ou organização, e encontrar maneiras de mantê-los engajados e produtivos é essencial para colher os frutos de tamanha capacidade.

Como ser frio nas horas mais quentes, isto é, como usar a cabeça em vez do coração?

Não há uma resposta definitiva para essa pergunta. Algumas pessoas podem recomendar o uso da razão e da lógica para tomar decisões em vez de emoções, enquanto outras podem recomendar simplesmente ignorar o quão quente está e fazer o que precisa ser feito de qualquer maneira.

Podemos achar ambas as recomendações são boas e que você encontrará o que funciona para você. Às vezes, é necessário ser frio, manter a cabeça fria e tomar uma decisão firme e focada. Nessas horas, é impossível encontrar empatia e calma. Precisamos lembrar que por trás de todo rótulo de preconceito ou frustração existe alguém sentindo e/ou pensando. Embora tenhamos a responsabilidade de proteger nossos colegas de trabalho, amigos e familiares contra danos, também devemos estar atentos para não aumentar a temperatura com nossa própria raiva ou frustração.

Histórias pensadas e sentidas no intelecto

As histórias pensadas e sentidas no intelecto, proporcionam um conforto interno que nos ajuda a superar os problemas. Essas histórias servem como um mecanismo de defesa, possibilitando-nos uma forma de lidar com as situações difíceis. Ao refletirmos sobre elas, construímos uma narrativa que nos ajuda a entender o mundo e a lidar com as emoções.

Há algo aqui a ser dito sobre o poder das histórias. Elas têm a capacidade de nos levar a lugares diferentes, de nos apresentar a pessoas diferentes e nos ensinar sobre culturas diferentes. Então portanto as histórias também podem nos ajudar a entender o mundo ao nosso redor. Ao tecer uma série de eventos, as histórias podem nos ajudar a ver padrões e entender por que as coisas acontecem da maneira que acontecem. É por isso que é tão importante construir uma boa narrativa do que acontece ao tentar entender o mundo.

Para um escritor, por exemplo, construir uma boa narrativa começa com uma compreensão clara dos fatos. Ele precisa saber o que aconteceu, quando aconteceu e quem estava envolvido. A partir daí, ele pode começar a construir uma história que dê sentido a esses fatos. Isso nem sempre é fácil e geralmente requer trabalho e também um pouco de sorte. Uma vez entendendo a história, ele poderá começar a adicionar detalhes que só ele conhece.

Contamos nossas histórias a nosso modo

Fatos e ficção têm significados diferentes. Enquanto os fatos nos dizem o que aconteceu, a ficção explica por que aconteceu. Isso é importante lembrar quando estamos tentando entender uma pessoa ou evento. Quando usamos as palavras “por que” e “como” em nossas conversas, estamos pedindo as razões e explicações por trás de algo. Estamos tentando dar sentido aos fatos dados.

Uma maneira de fazer isso é criar uma história. Ao dar um objetivo a uma história, mesmo que seja apenas para nosso próprio entendimento, somos capazes de aprender sobre uma situação.

Pode ser útil quando se aprende sobre pessoas e eventos de outras culturas. Também é útil quando estamos lidando com assuntos que nos são estranhos. Contar histórias nos permite criar um mundo à maneira de nosso intelecto. É ele que entende as situações vividas mental e emocionalmente, podendo responder com uma resposta, ou uma pergunta, ou com ambiguidade, e assim por diante.

Ao longo deste artigo, discutimos vários aspectos do intelecto na vida do sujeito. O que fica claro é que se consegue obter os melhores resultados através do uso da inteligência. Como vimos, o intelecto é uma ferramenta obrigatória para qualquer pessoa que queira ter sucesso na vida como um todo.

Cover for Letrascri
304
Letrascri

Letrascri

Publicações e conteúdos digitais para diferentes suportes. Negócios digitais para o seu negócio

Comments Box SVG iconsUsed for the like, share, comment, and reaction icons
19 hours ago
Letrascri

Como melhorar suas habilidades de produção de texto ... See MoreSee Less

Comment on Facebook

Carregar mais

Fique Conectado

Conteúdo sempre atualizado