logo
Whatsapp Chat
Envie uma mensagem que lhe retornarei tão logo seja possível.
Menu Fechar
pt Portuguese

Como o choque de culturas pode levar ao preconceito e como evitá-lo

Compartilhar:

choque de cultura

O choque de culturas e o preconceito

O preconceito e a discriminação podem nascer da falta de compreensão ou exposição a diferentes culturas. Quando as pessoas não estão acostumadas a ver a diversidade cultural, elas podem ser rápidas em julgar aqueles que são diferentes delas. Podemos ajudar a evitar isso educando a nós mesmos e aos outros sobre os costumes e tradições dos outros. Ao fazer isso, podemos criar um mundo mais culturalmente consciente e tolerante.

Todos nós temos medo do desconhecido. Isso está presente em todo choque cultural. Quando somos apresentados a algo novo, não sabemos como reagir. Não sabemos o que esperar. Isso pode ser assustador. Mas, também pode ser emocionante. É uma chance de aprender algo novo e crescer como pessoa. Devemos abraçar o desconhecido e não deixar que o medo nos detenha.

Mas qual o significado de choque de culturas?

Isso vem à luz quando duas pessoas de culturas diferentes se encontram. Por exemplo, isso poderia acontecer quando uma pessoa da América do Sul viaja para a Europa pela primeira vez. Ela pode ter um choque de cultura sobre o modo como as pessoas se vestem, comem, ou se comportam.

Outro exemplo: estudantes que saem do seu país de origem e vão para um novo país, com uma cultura bastante diferente. Isso pode causar ansiedade e esses estudantes terão que lidar com isso também entre outras coisas.

O choque de culturas e a globalização

A globalização da cultura levou a uma diminuição do número de choques culturais experimentados pelos indivíduos. À medida que as pessoas são expostas a uma maior variedade de culturas, elas se acostumam mais com as diferenças e são menos propensas a serem surpreendidas ou ofendidas por elas.

A globalização também levou a uma atitude mais tolerante em relação às diferenças culturais, à medida que as pessoas se tornaram mais receptivas ao fato de que culturas diferentes têm valores e costumes diferentes.

Uma das coisas que eu acho muito importante lembrar quando você viaja para um novo lugar é que mesmo que você esteja experimentando muitas coisas novas, você precisa respeitar o meio ambiente e a cultura.

Por exemplo, em algumas culturas é considerado muito rude falar alto em público, então mesmo que você não esteja acostumado com isso, você precisa estar ciente disso e tentar ser respeitoso.

Outro exemplo é a alimentação. Você pode não estar acostumado com a comida em um lugar novo, mas ainda assim deve experimentar e respeitar a cultura.

Os sentimentos e uma certa confusão você pode experimentar de início mas é muito importante lembrar que quando você viaja é tudo uma questão de choque de culturas.

Na verdade, você está passando por um processo de adaptação e é muito comum as coisas começarem a parecer um pouco estranhas até que você esteja totalmente adaptado.

É uma boa ideia ter um pouco de paciência com você mesmo nesse período também. Com o tempo, você vai começar a entender as coisas e se acostumar com elas.

Então, mas o que devo fazer se estou tendo preconceito?

Sim! Outro grande problema em viagens está relacionado à questão do preconceito.

Muitas vezes, nós estamos tão acostumados com a nossa cultura que achamos que certas coisas são certas, mas na verdade, em outras culturas, são completamente erradas.

Um exemplo é o tomador de ônibus. Em muitos países desenvolvidos, há uma política de se obedecer o tomador de ônibus e respeitar os outros passageiros. No entanto, em países mais africanos, muitas pessoas põe seus pés no tomador de ônibus e empurram para ficar em um lugar específico.

Você já se perguntou por que as pessoas fazem as coisas que fazem? Por que essa pessoa fez isso?

Essas perguntas nos levam a encontrar respostas e, quando viajamos, temos a oportunidade de encontrar essas respostas e aprender sobre diferentes culturas.

Mas o que exatamente é cultura? De acordo com o dicionário, cultura são as ideias, crenças, fatos, hábitos e costumes importantes que as pessoas têm.

Como você pode ver, é um termo bastante amplo e é difícil entender todas as diferentes culturas que encontramos. É por isso que é tão difícil não julgar as outras pessoas quando viajamos. É importante evitar preconceitos e julgamentos para criar um mundo mais tolerante. Uma maneira de fazer isso é manter a mente aberta.

Mas o que significa ser cabeça aberta? 

Significa ser receptivo, tolerante e considerado com as pessoas, culturas e situações que encontramos.

Para ser cabeça aberta, você precisa ter curiosidade sobre as outras pessoas e suas culturas. Por isso que um dos melhores preparativos para uma viagem é ler um pouco sobre onde você está indo antes de ir. Não só isso, mas ler um pouco sobre determinadas culturas pela primeira vez.

Como se faz para não julgar?

Um método eficiente pode ser o próprio choque de cultura.

Ao viajar, como você experimenta um choque de cultura, isso gera alguns sentimentos confusos. Uma parte de você adora tudo e está constantemente se surpreendendo com tudo o que vê, mas outra parte diz que algumas coisas realmente são ruins e que você devia mudar as pessoas para fazê-las agir melhor.

Solução simples: registre tudo! Em vez de tentar impedir o seu subconsciente de julgar tudo o que vê, você deve procurar ignorá-lo e registrar tudo o que vê, seja bom ou mau aos seus olhos. Use a câmera do celular. Se você não está tendo uma viagem digital, use então um bloco de notas.

A razão pela qual você quis ir para algum lugar certamente é importante. Agora, é hora de ouvir o outro lado da história! Não importa quanto tempo você tenha em algum lugar: uma hora, um dia ou uma semana, tenha paciência para conversar com pessoas diferentes.

Falando com as pessoas é  o melhor meio que você tem para entender por que as coisas são como são. Você pode aprender sobre valores, tradições e fatos da história que você nunca ouviu antes.

Em alguns casos, as pessoas com as quais você conversa podem ser especialistas em tais assuntos e podem lhe dar informações úteis sobre onde visitar, comer, beber e tudo mais.

Ao mesmo tempo, é importante parar e ver as coisas pelo lado dos outros. Por exemplo, imagine se você vive numa cidade pequena em algum país e um bando de estranhos vêm para sua cidade, cheirando mal, com roupas estranhas e comecem a destruir tudo!

Você teria o direito de ficar chocado com as coisas e talvez até mesmo agir violentamente contra essas pessoas.

Esse é exatamente o mesmo tipo de reação que muitos têm quando viajam para regiões mais pobres do mundo: veem coisas que consideram ruins e questionáveis e, em seguida, tomam decisões precipitadas sobre as pessoas que vivem nesses lugares.

Na verdade, há muito pouca diferença entre o racismo e preconceito de cultura. Ambos são reações exageradas baseadas em fatores externos e ambos podem levar as pessoas a julgar outras de forma extremamente negativa.

Então qual é o melhor remédio?

O melhor remédio contra o racismo e o preconceito – neste caso, étnico – é viajar! Porque ficar em casa não vai curar ninguém.

Quando for a uma região pobre, por exemplo, veja mais do que estava acostumado a ver na televisão. Visite mercados, lojas de artesanato e ruazinhas estreitas onde as pessoas vivem. Isso vai mostrar que os lugares não são tão ruins quanto aparecem.

Em seguida, em uma área mais rica, veja coisas que mostrem como as pessoas vivem muito melhor do que onde você está. Tudo isso vai ajudar a desmistificar os estereótipos que recebemos na televisão, nos filmes e livros.

Vivemos uma época em que os estereótipos e preconceitos vivem aflorados nas mentes e corações de muitos, por isso é preciso treinar o nosso olhar o tempo todo até que nos acostumemos com a ideia de que somos seres semelhantes de verdade e não só para inglês ver!

Cover for Letras Criativas ponto com
24
Letras Criativas ponto com

Letras Criativas ponto com

Negócios digitais como meios ou soluções para empreendedores, empresas e pessoas de modo geral.

Comments Box SVG iconsUsed for the like, share, comment, and reaction icons
Carregar mais

Fique Conectado

Conteúdo sempre atualizado