logo
Whatsapp Chat
Envie uma mensagem que lhe retornarei tão logo seja possível.
Menu Fechar
pt Portuguese

A lenda do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda

A lenda arturiana foi recontada inúmeras vezes, de muitas maneiras diferentes.

Compartilhar:

lenda do rei Arthur

A lenda arturiana

O termo “arturiano” evoca imagens de cavaleiros em armaduras brilhantes, donzelas em perigo e missões heroicas.

Os contos arturianos são alguns dos mais conhecidos em toda a literatura. Eles contam a história do Rei Arthur, seus cavaleiros e sua busca pelo Santo Graal.

A lenda arturiana foi recontada inúmeras vezes, de muitas maneiras diferentes.

Alguns dos contos arturianos mais famosos incluem “A Espada na Pedra”, “A Dama do Lago” e “Excalibur”.

A lenda arturiana é uma história atemporal que continua a cativar o público de todas as idades.

As histórias arturianas foram publicadas pela primeira vez na Idade Média europeia.

As lendas arturianas foram transmitidas em voz alta, em tavernas e ficavam disponíveis em manuscritos manufaturados para quem quisesse lê-los.

Nos anos de 1300, um livro de nome “O Proteu” publicou uma coleção de lendas arturianas, em que estavam incluídas “O Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda”.

O conto do Rei Arthur e seus cavaleiros é uma das lendas mais conhecidas sobre o personagem.

A lenda do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda

As lendas arturianas são uma coleção de histórias e folclore que giram em torno da figura do Rei Arthur.

Esses contos datam da Idade Média e foram popularizados na História dos Reis da Grã-Bretanha de Geoffrey de Monmouth.

Embora existam muitas versões diferentes da lenda arturiana, os elementos mais comuns incluem a espada mágica Excalibur, a Busca pelo Santo Graal e a corte de Camelot.

As lendas arturianas foram adaptadas inúmeras vezes na literatura, cinema e outras mídias.

Na lenda do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda, Artur (Rei Arthur) era filho de Uther Pendragon e nasceu na ilha de Avalon.

Depois, quando ainda bebê, foi envolvido em uma toalha vermelha e colocado numa cesta de vime, com um papagaio para mascote e um cacho de uvas para alimento.

A princesa Guanhamara descobriu o presente e o levou para a corte de seu pai.

Lá, ela cortou as travas da cesta e adornou a toalha vermelhas com pétalas douradas das uvas que estavam no cacho que acompanhava o menino.

A princesa logo se apaixonou por Arthur e o adotou como seu filho, mas nunca confessou sua origem real para ele  (o Rei Arthur era muito orgulhoso).

Na idade jovem, Arthur serviu como soldado na guerra contra os Scotas e foi considerado o campeão da Grã-Bretanha.

Quando Uther morreu, a corte de Britanica veio a procurar Arthur para que ele se tornasse seu novo rei.

Após vários pedidos, Arthur finalmente aceitou e começou a governar com justiça e em conjunto com as cortes dos outros nobres da ilha.

A corte de Camelot era a mais famosa e integrada das reuniões regionais, e foi nela que os mitos do Rei Arthur foram criados.

O Rei Arthur, Uther Pendragon (pai), e o Rei  Cadal (filho do rei Lot e irmão de Igraine, mãe de Galfir e Mordred) foram os únicos a voltar da Ilha da Távola Redonda.

Nesta ilha mítica, que foi visitada pelo Rei Arthur e seus cavaleiros mais famosos (tanto em histórias de tempos antigos quanto em adaptações modernas), os participantes da Távola Redonda não podiam voltar até que todas as refeições fossem servidas e, até lá, tinham que guardar uma paz absoluta.

Essa ilha estava repleta de animais que eram comidos hoje (gazelas, patos, veados, vitelo e cordeiro). Nela também havia uma árvore com pêssegos com um sabor amargo e uma determinada uva de cores diferentes e amargos.

O Rei Arthur aparece em vários filmes, desde o clássico da Disney de 1951 até a versão de 2011 do filme de guerra do Rei Arthur (A Guerra dos Cinco Reinos).

REI ARTHUR, MEU PAI! (1994)

Neste filme britânico  do gênero fantasia, o jovem Arthur cresce em uma aldeia com sua mãe, nunca sabendo quem são seus verdadeiros pais.

Ao chegar a idade da espada, ele parte em busca do pai biológico, rei Uther Pendragon.

Ao acompanhar Uther em uma guerra contra os vândalos, Arthur o salva de uma flecha envenenada e assume seu lugar como rei.

Na corte do castelo Camelot, ele cria uma reputação como justiça e defensor dos fracos e pobres.

Arthur realiza ainda outros feitos lendários, como os Cavaleiros da Távola Redonda e a busca pelo Santo Graal.

Em conclusão, as lendas arturianas tiveram um profundo impacto no imaginário do mundo. Elas têm sido uma inspiração para muitos artistas e escritores ao longo dos anos.

A verdade é que as histórias do Rei Arthur e seus cavaleiros da Távola Redonda conquistaram os corações das pessoas em todo o mundo.

Cover for Letrascri
304
Letrascri

Letrascri

Publicações e conteúdos digitais para diferentes suportes. Negócios digitais para o seu negócio

Comments Box SVG iconsUsed for the like, share, comment, and reaction icons
Carregar mais

Fique Conectado

Conteúdo sempre atualizado